domingo, 19 de setembro de 2010

Frida canta novamente após seis anos de silêncio

Após seis anos de silêncio, Anni-Frid Lyngstad canta novamente no álbum do guitarrista Jojje Wadenius. Para Georg Cederskog do Dagens Nyheter a cantora do ABBA falou sobre a nova música, seus planos e se ela irá cantar junto com Agnetha novamente.

Frida tem uma limpa, clara, muito especial e quase diferente voz, com tons agudos e com amplo alcance. Ela cantou muito em uníssono com Agnetha e teve que lutar para alcançar as suas notas. Ali o tom metálico era óbvio, o que, eu acredito, criou muito do som do ABBA, disse Björn Ulvaeus quando DN lhe pediu para descrever as suas habilidades vocais.
- O pano de fundo deste projeto é que eu e Jojje somos muito bons amigos, conheço a sua esposa Britt desde os anos 70, ela é absolutamente uma das minhas amigas mais próximas, disse Lyngstad quando DN chegou à sua casa em Zermatt, Suíça. Nós conversamos por um longo tempo sobre fazer alguma coisa e neste contexto em que a pessoa não suporta tudo como um cantor solo a gente se sente bem em estar envolvido.

A decisão para Anni-Frid Lyngstad se envolver não veio sem esforço.
- Britt veio visitar-me aqui. Nós estávamos sentadas à noite e havíamos bebido um pouco de vinho e eu toquei um disco de Crosby, Stills, Nash & Young e comecei a cantar um pouco e ela disse: "Mas você não pode simplesmente parar. Sua voz canta para os anjos, você deve continuar." (gargalhadas) Portanto ela me inspirou a ousar dar o passo. Alguém precisa sempre ouvir se o outro está bom o suficiente.

A escolha da música foi em vez disso simples. Não só porque ela sempre gostou de Cat Stevens.
- Quando eu casei com o meu marido Ruzzo, que faleceu há dez anos atrás, nós desejamos "Morning Has Broken" como a nossa música na igreja. Por isso esta é mais uma lembrança agradável para mim do que apenas uma canção de Cat Stevens.

O ABBA pode ser um caso encerrado na vida de Anni-Frid Lyngstad. Jão são 26 anos desde que ela se mudou para a Suíça. Mas ela ainda "vive com a música".
- O meu apetite por música é muito grande, mas eu não escuto muito a Lady Gaga e este tipo de música, eu ainda estou na minha velha postura: Eu amo soul e R&B e agora mesmo estou gostando muito de Crosby, Stills, Nash & Young, eles fazem parte dos meus favoritos absolutos, como Chicago - e TLC, eles são incrivelmente bons.

Existem outros músicos e compositores com quem você gostaria de trabalhar?
- Eu não sonho mais dessa forma, mas eu tenho muitos amigos na música internacional e é claro que alguém fala que seria divertido fazer algo juntos. Mick Hucknall (vocalista da banda soul britânica Simply Red) é um amigo próximo e às vezes nós brincamos sobre fazer algo parecido com o jazz juntos.

Os fãs podem estar esperando por quaisquer apresentações ao vivo de Anni-Frid Lyngstad.
- Não, nenhuma dessas eu irei fazer mais, é o que eu posso dizer. Isso seria muito estressante e inquietante. É como acontece em qualquer profissão, se a pessoa não está fazendo aquilo ela perde uma rotina e isto causa medo do palco e com isso a pessoa não quer lidar. (Risos) Então eu prefiro que seja assim.

Como você descreveria a sua voz hoje? Como isto se desenvolveu?
- O que acontece é que obviamente o registo de voz cai e ela não tem mais o alcance que tinha quando eu era mais jovem. Mas isso acontece para todos os cantores. Mas ao mesmo tempo como ela tem uma nova profundidade e maturidade ela poderá ser atraente.

Quando perguntada sobre o nome de outra cantora de quem ela admira a qualidade da voz, ela imediatamente escolhe a colega do ABBA Agnetha Fältskog.
- É assim para todos os cantores quando se escuta uns aos outros, há um quê na pessoa que achamos fantástico. Eu só poderia escolher a voz da Agnetha. Porque eu sou mezzosoprano, eu nunca poderia cantar daquele jeito. Eu canto muito mais abaixo e foi por causa disso que nós nos equilibramos uma com a outra tão bem. Nossa combinação de vozes foi muito bem sucedida, é muito difícil encontrar algo assim.

Você e Agnetha nunca falaram sobre cantar juntas novamente?
- Nós falamos e rimos disso algumas vezes, mas a vida mudou, envelhecemos e depois existem outras coisas mais importantes que ocupam o nosso tempo. Mas é claro que seria muito divertido fazer algo com Agnetha. Embora seja difícil, se fizéssemos algo seria muito grande com todos as exigências e toda a imprensa. Existe como uma sequencia de que não podemos fazer nada modesto, mesmo porque eu acho que isso nunca vai acontecer.

Ela está consciente de que tem havido longas brechas de tempo entre as suas aparições cantando em público. Embora isso não signifique em absoluto que ela não tenha o desejo e a vontade.
- Há uma chama que sempre queima por dentro, de que gostaríamos de fazer mais. Jojje e eu na verdade falamos mais depois disso, mas nunca se sabe.

O título do álbum de Wadenius, "Reconnection" fala especialmente para ela e sua ligação com a música.
- O que se faz na nossa idade é que se volta para a música que se amou durante todos os anos e talvez se queira fazer à sua própria maneira de alguma forma. Trata-se mais em torno desse tema que eu e Jojje pensamos um pouco. Mas vamos ver, nenhuma decisão foi tomada, mas isto está encerrado.

Como você vê a febre ABBA que reinou durante os últimos anos?
- Quando todas as coisas estão no seu lugar - como aconteceu na nossa música, que realmente não percebíamos até então - existe um poder e uma energia que não acabam mas que vivem em muitas maneiras diferentes. É uma qualidade que é difícil de ser copiada. Às vezes a música talvez fica em repouso por algum tempo, mas depois acontece algo, um projeto como o musical do ABBA e o filme que eu amo, e em seguida a música desperta para a vida novamente e chega às novas gerações. A música se torna uma herança. Eu tenho um forte pressentimento de que será sempre assim com a música do ABBA.


Fonte: Dagens Nyheter

3 comments:

Leon Avlis disse...

Muito interessante o texto.
Parabéns pelo blog, sempre, Adauto!
Leonardo.

Anônimo disse...

Boa Tarde Adauto

Gostaria de parabeniza lo pelo seu trabalho de levar estas noticias para nos fãns aqui no Brasil pois eu tive muitas informação sobre o ABBA Atraves deste maravilhoso blog que Deus o proteja e o abeçõe.

Muito Obrigado

Att: Thiago Augusto

Lacerda disse...

Eu é que agradeço pela visita de vocês, espero conseguir aperfeiçoar sempre este trabalho e trazer as melhores informações tanto quanto possível.

Obrigado pelo carinho!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...