quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

O show holográfico do ABBA

Com tantas especulações que têm circulado na internet há alguns meses, sobre a "reunião do ABBA", resolvi traduzir uma matéria publicada hoje, no site de notícias Inquisitr. Apesar de requentada, a matéria explica, em linhas gerais, a natureza da iniciativa. Em meio ao burburinho e ao sensacionalismo de vários sites, muitos fãs estão achando que será uma reunião do ABBA. Os ex-integrantes do grupo estão, de fato, envolvidos no novo projeto (com previsão de estreia para 2018), mas trata-se de um show holográfico, com a imagem do ABBA como eles eram na década de 1970. Não será um show com os componentes do ABBA hoje. Abaixo, a notícia do Inquisitr, traduzida:


18 de janeiro de 2017

O empresário das Spice Girls, Simon Fuller, trabalha em uma reunião high-tech do ABBA

Stacey Cole

O ABBA vai se reunir após mais de três décadas, de acordo com a BBC. Mas não vai ser uma reunião qualquer; será a reunião do ABBA com o uso de realidade virtual e inteligência artificial. Parece emocionante, não?

Todos os quatro membros originais do ABBA estão se preparando para o novo projeto, que tem sido descrito como uma "nova experiência em matéria de entretenimento". O grupo pop sueco vai, assim, se apresentar junto pela primeira vez em três décadas.

Embora o ABBA não tenha se apresentado junto por mais de 30 anos, chegaram a se reunir para uma festa de 50 anos [da parceria de Benny e Björn], em junho de 2016. Mas o show de realidade virtual do grupo, que está por vir, é o que realmente tem empolgado os fãs.


O projeto, que conta, em grande parte, com a realidade virtual e com a inteligência artificial, está sendo desenvolvido pelo ABBA, juntamente com o empresário musical Simon Fuller. Embora ainda haja poucos detalhes sobre o projeto da "nova experiência de entretenimento", Fuller declarou que eles estão "explorando um novo universo tecnológico".

Mais detalhes sobre o misterioso futuro projeto do ABBA devem ser revelados este ano. O ABBA é composto por quatro integrantes, Agnetha Fältskog, Björn Ulvaeus, Benny Andersson e Anni-Frid Lyngstad.

Enquanto isso, Fuller permanece mais conhecido por seu trabalho com as Spice Girls. O empresário promete usar as últimas criações em tecnologia de realidade digital e virtual, para tornar a reunião do ABBA ainda mais emocionante. Na mesma declaração que anuncia o novo projeto, Frida revelou que os fãs do grupo ao redor do mundo pedem uma reunião do ABBA há muito tempo.

"Espero que esta nova criação do ABBA empolgue os fãs como está me empolgando". Então, do que exatamente se trata esse projeto? Ele é, de fato, tão empolgante?  De acordo com Benny, eles estão "criando algo novo e tocante". Então a resposta é sim, parece tratar-se de algo extraordinário.

Benny ainda afirmou que a reunião do ABBA é inspirada por "possibilidades ilimitadas" de tecnologia e de futuro. De fato, ele chegou ao ponto de chamar o projeto de uma "máquina do tempo."


"Uma máquina do tempo capaz de capturar a essência de quem nós éramos e somos."

A reunião do ABBA utilizando tecnologia de ponta em realidades virtual e digital é uma excelente maneira de conectar o grupo à sua nova geração de fãs. Seus admiradores antigos sempre se animam ao ouvir falar de um show ao vivo do ABBA e da oportunidade de vê-los juntos em um palco.

Mas conectar-se com os fãs da era moderna é mais complicado do que isso. De acordo com o comunicado à imprensa, o projeto do grupo permitirá que seus fãs vejam e sintam o ABBA "de uma forma nunca antes imaginada."


Embora tenha sido de surpresa e não oficial, o ABBA se reuniu em junho do ano passado, para comemorar a parceria profissional de 50 anos entre os compositores Björn Ulvaeus e Benny Andersson.

As tecnologias de realidade virtual avançaram muito nos últimos tempos, de acordo com a Newsweek. Então não deveria causar tanto espanto o fato de artistas da música, como o ABBA, introduzirem a tecnologia de realidade virtual e digital à sua música original.



Em 2016, a tecnologia já permitia que as pessoas tivessem computadores e apetrechos de última geração. Também existe computação gráfica que permite fotos e vídeos em 3D: tão reais que os entusiastas da tecnologia dos anos 1990 não acreditavam que algo assim pudesse ser sequer criado. Mas agora, com a reunião do ABBA, vai se tornar parte da indústria musical.

Tecnologias de realidade virtual e digital holográfica podem até mesmo substituir a experiência de ir a shows e apresentações ao vivo. De tal maneira que pessoas dos quatro cantos do mundo poderão passar pela experiência  de ver o ABBA e outros artistas cantando ao vivo.



0 comments:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...