sábado, 28 de março de 2009

Just Like That - A história de uma canção que virou mito

Os compositores do ABBA Benny Andersson e Björn Ulvaeus escreveram "Just Like That" em algum dia na primavera de 1982, e o grupo iniciou as sessões de gravações com esta e um punhado de outras novas músicas no início de maio do mesmo ano. Entretanto os compositores perderam o interesse na faixa depois de várias tentativas de gravação, e decidiram no início de Junho deixar os tapes de "Just Like That" de lado.

Jornalistas visitaram ABBA no seu estúdio durante essas sessões para escreverem sobre o novo material, e os fãs assim ouvirem músicas novas do ABBA. Dois títulos foram mencionados: "Just Like That" e "I Am The City". Just Like That também foi mencionada oficialmente na imprensa pela Polar Music no Verão de 1982. Afirmaram que a canção havia sido concluída e seria lançada no próximo álbum de estúdio que seria lançado em 1983. No entanto, o resultado destas últimas sessões de gravações durante os meses de Verão de 1982 foi lançado em dois singles em agosto e novembro de 1982, respectivamente: "The Day Before You Came"/"Cassandra", e "Under Attack"/"You Owe Me One". Os lados-A foram incluídos no novo lançamento do ABBA The Singles: The First Ten Years, um LP duplo comemotativo com os singles de 1973 até 1982. Embora os quatro tenham afirmado que o grupo iria continuar os trabalhos em 1983, isto acabou não acontecendo.

De alguma maneira, versões pirata de algumas demos inéditas começaram a circular entre os fãs durante a década de 1980, e tem havido um interesse crescente para o seu lançamento oficial. Benny e Björn liberaram um trecho de "Just Like That", lançado em uma faixa "medley" no box lançado em 1994: Thank You For The Music, mas isso se tornou nada mais que um problema para os ávidos fãs do ABBA. O fragmento de "Just Like That" lançado em 1994 revelou somente o coro da faixa, e não só incluiu uma impecável partilha de vocais de Agnetha e Anni-Frid, mas também um solo de saxofone de Raphael Ravenscroft, que trabalhou no sucesso de Gerry Rafferty "Baker Street" em 1978 (uma das poucas vezes que o ABBA utilizou um músico fora do seu círculo habitual).

Em Junho de 1982 a canção foi arquivada, mas depois da separação do ABBA, Benny e Björn olharam para a canção novamente, e em 1984 decidiram reformular a composição e as letras e acabaram com duas novas músicas. A primeira, que manteve o coro original de "Just Like That", foi gravada pela dupla sueca Gemini quando Björn e Benny escreveram canções e produziram seu primeiro álbum em 1985. "Just Like That" foi ainda lançada por Gemini como single no Reino Unido. A outra parte da canção, composta em torno dos versos originais de "Just Like That", tinha o título demo "When the Waves Roll out to Sea" e como tal foi uma das músicas já testadas (por Elaine Paige e Tommy Körberg) durante as sessões de trabalho de Benny e Björn com Tim Rice para o musical Chess, mas foi novamente posta de lado (ela também tem um outro título de trabalho e outro conjunto de letras: "With the Stars up in the Sky").

A versão do ABBA, com a sua composição de verso e refrão, ficou insatisfatória para Björn e Benny, em Junho de 1982. Eles afirmaram que esta primeira versão soava "errada": verso e coro não se encaixavam, e foi por isso que foi abandonada, e os dois admitem que isso acontece regularmente na sua maneira de compôr música, uma canção medíocre pode se tornar uma ponte ou uma parte de outra canção, e um boa melodia pode girar em volta durante anos antes de se encaixar na superfície de uma composição.

"When the Waves Roll out to Sea" veio á tona quando Benny estava trabalhando nos ensaios de Chess - Chess På Svenska - em 2002, como o musical de 1984 agora tinha um novo libreto (texto de ópera), novo material era necessário.

Os versos para a antiga "Just Like That" foram adicionados para um novo coro em 1984, e agora ela encontrou o seu lugar em Chess - quase 20 anos mais tarde - como o número "Glöm Mig Om Du Kan", uma balada cantada pelo personagem russo Molokov, com letras em sueco de Björn.

Existem pelo menos duas versões piratas demo conhecidas da versão original do ABBA de "Just Like That". A primeira tentativa de gravar a canção tornou-se conhecida como a "slow (lenta)" versão, ou “dream (sonho)” versão. Esta versão tem uma simples melodia instrumental, entre os versos e os coros. Também são aparentes acordes de guitarra que afinal fizeram parte da melodia do último single oficial do ABBA lançado, "Under Attack" ("Don't know how to take it/don't know where to go/my resistance's running low...").

A segunda versão da canção é conhecida como a "na na na" (ou "la la la”) versão. A canção é essencialmente a mesma que a primeira, a mesma música de fundo e arranjos, mas desta vez, com Agnetha cantando um sentimental “na na na na” em cima da melodia instrumental.

A versão final e completa da canção se tornou conhecida como “sax (saxofone)” versão. Esta é a oficial "final mix” de "Just Like That". Esta versão é muito diferente das duas primeiras, com um arranjo diferente e uma nova música de fundo. No lugar das anteriores melodias instrumentais /'na na na' overdubs (técnica de gravação que consiste em adicionar novos sons a uma gravação já anteriormente realizada) vocais, há longos trechos de saxofone (cortesia de Raphael Ravenscroft). Esta versão da canção foi a única lançada, embora não na sua totalidade.

Michael B. Tretow, engenheiro de gravação do ABBA durante toda a sua carreira, fez a edição da versão lançada no box em 1994, e fez um excelente trabalho em cortar e colar a faixa, deixando o coro repetindo em um laço (e portanto não "liberando" a melodia nos versos).

Carl Magnus Palm, autor da biografia do ABBA Bright Lights, Dark Shadows em 2001, afirma em seu livro em 1994 ABBA - The Complete Recording Sessions que esta última versão "...é a que teria alcançado os ouvidos dos ouvintes quando foi lançada".

Agnetha disse em 1994: "Eu não a ouvi por vários anos, mas eu lembro dela como uma excelente canção e gravação. É uma das minhas grandes favoritas, e espero seja lançada um dia".

O tema lírico parece ter sido transferido de "Just Like That" em Junho de 1982 para as letras de "The Day Before You Came", que foi gravada em agosto do mesmo ano:

"Until that day/My life had been a river/Following the same/pre-destinated course/Suddenly detouring so unexpectedly/With uncompromising force/My strongholds broke down all too easily/I remember well/How it did embarrass me/I hung on to his every smile/Marveled at his style/ [...] /Just like that.../And once again/the river's flowing slowly/Following the same and uneventful course/Now the tears have dried/it's become a pleasant break/I recall without remorse/But now and then/I wonder where he is/And I will admit/he had something that I miss/I guess he was a rolling stone/The only one I've known..."

De fato, as duas canções poderiam ser tomadas em conjunto, com "Just Like That" sendo "The Day After You Left"...

1 comments:

Andromeda Archontiaakos Nogueira disse...

Perfeito! <3

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...