segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Aprendendo inglês com o ABBA

Coletânea "Stars" (K-Tel, 1977)
Hoje em dia é até difícil imaginar, mas houve um tempo em que o ABBA foi tão popular no Brasil que suas canções faziam parte das trilhas sonoras das nossas novelas, os clipes eram apresentados no Fantástico e as rádios não paravam de tocar os hits do grupo. As coletâneas de sucessos variados da K-Tel e da RCA traziam sempre uma canção do ABBA na lista. Isso sem falar em Perla, que ajudava a popularizar ainda mais o nome do ABBA por aqui com suas versões em português.

Apesar do sucesso no Brasil, a relativa escassez de material do grupo em nosso país nem se compara à infinidade de produtos disponíveis nos mercados europeu e australiano. O que chegava até os brasileiros eram notas curtas em revistas, mas pouco se sabia sobre o quarteto além do fato de serem casados e suecos. Fora isso, os compactos e LPs do ABBA lançados pela RCA no Brasil preenchiam a lacuna musical, mas não forneciam informações sobre a história do grupo.

Não importa. O público brasileiro consumia a música do ABBA mesmo sem saber direito quem eram eles ou que significava a palavra 'ABBA'. Mas o sucesso nem por isso era menor. A popularidade do grupo aumentou muito aqui a partir de 1977, quando o álbum Arrival chegou (com um certo atraso, comum na época) até nós, com Dancing Queen estourando nas paradas. Em abril daquele ano, depois de já ter dominado as paradas do mundo todo em 1976, Dancing Queen atingiu o primeiro lugar nos EUA, um feito marcante na carreira do quarteto. Sem dúvida isso também contribuiu para que os brasileiros ficassem ainda mais ligados no som do ABBA.

A editora Abril lançou um curso de inglês em fascículos, como era muito comum naquele tempo, e pegou carona no sucesso do ABBA. O público-alvo eram os consumidores na faixa etária entre 15 e 25 anos de idade. Cada fascículo era acompanhado de um LP com 12 sucessos cantados em inglês, na maioria músicas que estavam recheando as paradas de sucesso da época. Os fascículos também traziam 16 páginas com as letras das músicas, suas traduções, noções de gramáticas e até cifras para o acompanhamento em violão.  

Com consultoria da Cultura Inglesa, a cada 15 dias um novo fascículo chegava às bancas do país. A idéia era assessorar o ensino dos cursos de inglês voltados para os jovens do Brasil. A seção "Vida Moderna" da revista Veja de 1º de junho de 1977 anunciava a novidade:

A música "Dancing Queen", do conjunto sueco ABBA, insistentemente tocada nas discotecas de todo o mundo, incluindo as brasileiras, está subindo nas paradas de sucessos. Nas próximas semanas pode chegar no primeiro lugar. E é justamente essa música o carro-chefe de um curso de inglês em fascículos que a Abril-Educação lança nesta terça-feira em todo o país - o curso Pop Music, que pretende ensinar o inglês através da letra de canções populares que freqüentam programas de rádio e discotecas públicas ou particulares.

Ao longos do curso, outras canções do ABBA foram usadas, como Honey Honey, Dance (While The Music Still Goes On) e Knowing Me, Knowing You. Pelo visto o ABBA deve ter motivado muitos fãs brasileiros a aprenderem inglês nos anos 70. Bons tempos!




9 comments:

ABBA Joy disse...

Assim que eu comecei a gostar do ABBA criei um portfólio com a letra e a tradução de várias músicas, com isso desenvolvi bastante o meu inglês. É muito melhor aprender com algo divertido e que você gosta ;)

Abração!

PS: Às vezes tenho muita invejinha dos fãs europeus e australianos! hahaha

Fernando disse...

Gostei muito do post!

Daniel Couri disse...

Confesso que, apesar de ter me tornado fã do ABBA no começo dos anos 90, eles também me influenciaram no aprendizado de inglês. Quando ganhei o LP duplo "ABBA Gold", no Natal de 1993, fiquei curiosíssimo para ler a história toda nos encartes. Não sosseguei enquanto não me matriculei em um curso de inglês... hehehehe.

Anônimo disse...

Nesta coleção há também as canções "Fernando", "I do, I do, I do, I do", "Ring ring" e "The name of the game"

Line disse...

Meu pai tem essa coleção completa e eu nunca olhei, nem sonhava que ali tem músicas do ABBA.

Anônimo disse...

Nossa, que interessante o post! Isso me lembra o que me aconteceu em Fevereiro, fiz teste de nível para um curso de inglês e a avaliadora me disse, depois de algumas perguntas sobre mim e sobre os conteúdos do teste, que eu era autodidata devido à música. Então me dei conta de quão importante o ABBA havia sido para mim, não só no âmbito musical, mas em vários espaços de minha vida. Abraço, Pedro.

Anônimo disse...

Por favor,vc sabe onde posso encontrar essa colecao? a editora abril ainda vendeß
Obrigada,
Dayse

Daniel Couri disse...

Dayse, a coleção era vendida em 1977, há décadas não é mais comercializada. Mas você pode tentar encontrá-la em sebos de discos ou livros usados. Tente na Estante Virtual (www.estantevirtual.com.br) também. Abraços!

Fernando Revoredo disse...

Boa noite,
Pra quem interessar, eu tenho essa coleção pra vender e vai em um DVD contendo os 30 discos convertidos em formato de mp3, os fascículos escaneados em formato Jpeg (estão faltando só 7 fascículos), a relação das músicas por cd em arquivo do word e as letras de todas as músicas em um arquivo no formato de pdf. Valor 100,00 (DVD + envio pelos Correios). Contato WhatsApp (84)98878-2867 com Fernando. Obrigado.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...